O jacu e os porcos

O jacu e os porcos

Road-Runner-Rules

Figura 1: Papa-Léguas e Coiote Coió.

Talvez aqueles mais novos não devem conhecer aquela clássica série animada da Looney Tunes na qual o Coiote Coió (Wile E. Coyote) tentava desesperadamente capturar o Papa-Léguas (Road Runner), que sempre conseguia escapar rapida e astuciosamente de todos os planos e armadilhas preparados pelo Coiote (Figura 1). Continuar lendo

Pescando de meias brancas

Pescando de meias brancas

GoneFishinSocks47975__23655.1383594008.1280.1280Acredito que ninguém em sã consciência já tenha pensado em entrar na água pra pescar usando com meias brancas. Afinal, não parecem nada práticas, além deixar seus pés bem molhados. Mas a evolução…”essa sim é uma caixinha de surpresas”. E é justamente usando “meias brancas” que uma espécie de aranha consegue pescar de forma bem eficiente! Continuar lendo

Bat-sinal

Bat-sinalNas histórias em quadrinhos do personagem Batman (DC Comics), muitas vezes quando o comissário Gordon precisava da ajuda do homem-morcego ele recorria ao “bat-sinal” que ficava no telhado do prédio do Departamento de Polícia da cidade de Gotham. Basicamente um refletor com um emblema de um morcego que era apontado para o alto da cidade e refletido nas nuvens. Dessa forma, Batman conseguiria perceber o chamado de qualquer parte da cidade.

Passando das histórias em quadrinhos para as histórias naturais, encontramos um organismo que age de maneira análoga ao comissário Gordon para chamar seus próprio morcego.

Continuar lendo

Lobo em pele de cordeiro

Uma fábula antiga conta a estória de um lobo que certa vez encontrou a pele de um cordeiro. O lobo então teve a ideia de utilizá-la como disfarce para conseguir comida mais facilmente, podendo assim chegar mais perto do rebanho e poder escolher a presa que quisesse sem ser percebido.

Essa estratégia também é utilizada por um inseto, como descrito em um recente artigo.

Continuar lendo

Parceiros, mas nem tanto

É importante poder contar com parceiros para enfrentar os desafios que a vida nos impõem. Alguns parceiros são simplesmente indispensáveis, ao passo que outros podem ser apenas temporários. Na natureza, os organismos também formam parcerias importantes.

Parceiros nem sempre são exclusivos e dois organismos diferentes podem ter o mesmo parceiro sem que haja prejuízo para nenhuma das partes. Na natureza, a parceria entre as abelhas e plantas, para a realização da polinização, é um exemplo bastante conhecido. Contudo, às vezes é preciso ter algo mais para que esse compartilhamento funcione. Esse mecanismo ocorre entre espécies de um grupo de plantas bastante conhecido: as orquídeas.

Continuar lendo

Luz viva

A luz sempre foi um elemento importante em vários aspectos. Nós humanos, principalmente, dependemos muito da luz e da iluminação. Muitas pessoas, inclusive, em situações de ausência de luz sentem muito medo do escuro (nictofobia).
No mundo natural a luz também é muito importante. A luz do sol, por exemplo, é essencial para a sobrevivência da vida na Terra em geral, pois a mesma é necessária para a produção de carboidratos pelas plantas, utilizando a energia luminosa, o que produz boa parte da biomassa utilizada por outros organismos.

Contudo, o sol (e as estrelas em geral) não é a única fonte de luminosidade no mundo natural. Alguns organismos possuem suas próprias fontes de luz! Continuar lendo

Batalha entre dois Reinos

Leônidas nas Termópilas, por Jacques Louis David, 1814. Uma justaposição de vários elementos lendários e históricos da Batalha das Termópilas.

No ano 480 a.C. ocorria na Grécia uma batalha épica, travada entre dois reinos distantes. De acordo com o historiador Heródoto de Halicarnasso, 300 espartanos lutaram, sob o comando do rei Leônidas I, contra o exército persa liderado por Xerxes. Esse episódio da História ficou conhecido como a “Batalha das Termópilas” e até hoje ainda é lembrada. Essa batalha foi magistralmente recontada na obra em quadrinhos de Frank Miller, intitulada “300” e que foi também recentemente transformada em filme (com direção de Zack Snyder).

No mundo natural são travadas muitas batalhas épicas, porém um exemplo delas chama a atenção por também serem travadas por organismos de dois Reinos distantes.

Continuar lendo