O jacu e os porcos

O jacu e os porcos

Road-Runner-Rules

Figura 1: Papa-Léguas e Coiote Coió.

Talvez aqueles mais novos não devem conhecer aquela clássica série animada da Looney Tunes na qual o Coiote Coió (Wile E. Coyote) tentava desesperadamente capturar o Papa-Léguas (Road Runner), que sempre conseguia escapar rapida e astuciosamente de todos os planos e armadilhas preparados pelo Coiote (Figura 1). Continuar lendo

Anúncios
Pescando de meias brancas

Pescando de meias brancas

GoneFishinSocks47975__23655.1383594008.1280.1280Acredito que ninguém em sã consciência já tenha pensado em entrar na água pra pescar usando com meias brancas. Afinal, não parecem nada práticas, além deixar seus pés bem molhados. Mas a evolução…”essa sim é uma caixinha de surpresas”. E é justamente usando “meias brancas” que uma espécie de aranha consegue pescar de forma bem eficiente! Continuar lendo

Naturalmente elétricos

blanka_electricityUm dos personagens mais famosos e carismáticos dos jogos de luta clássicos, com certeza é o Blanka. Ou pelo menos aqui no Brasil, afinal ele é o nosso representante no clássico jogo Street Fighter II, que reúne lutadores de todo o mundo para um torneio de artes marciais.

Jimmy, o nome verdadeiro de Blanka, na verdade não é brasileiro de nascença…mas acabou literalmente caindo no Brasil quando tinha apenas 10 anos de idade após uma estranha tempestade acidentalmente derrubar o avião no qual estava, sendo o único sobrevivente. Após o acidente, Blanka sofreu mutações e passou a viver isolado da civilização na floresta amazônica brasileira. Essas mutações foram responsáveis pela sua capacidade de gerar descargas elétricas potentes que ele usa durante as lutas.

Assim como a vida às vezes imita a arte, a recíproca também é verdadeira. Os poderes elétricos de Blanka são baseados em um curioso tipo de peixe que possui o mesmo “poder” de gerar grandes descargas elétricas. Continuar lendo

Parceiros, mas nem tanto

É importante poder contar com parceiros para enfrentar os desafios que a vida nos impõem. Alguns parceiros são simplesmente indispensáveis, ao passo que outros podem ser apenas temporários. Na natureza, os organismos também formam parcerias importantes.

Parceiros nem sempre são exclusivos e dois organismos diferentes podem ter o mesmo parceiro sem que haja prejuízo para nenhuma das partes. Na natureza, a parceria entre as abelhas e plantas, para a realização da polinização, é um exemplo bastante conhecido. Contudo, às vezes é preciso ter algo mais para que esse compartilhamento funcione. Esse mecanismo ocorre entre espécies de um grupo de plantas bastante conhecido: as orquídeas.

Continuar lendo